Banco do Brasil anuncia plano de reestruturação que fechará 402 agências

O Banco do Brasil anunciou neste domingo (20) um plano de reorganização institucional que envolve o fechamento de 402 agência pelo país e incentivos para que até 18 mil de seus funcionários entrem em um plano de aposentadoria.

Serão fechadas 402 agências de acordo com o novo plano, e outras 379 serão transformadas em postos de atendimento.


O PEAI (Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada) ficará aberto até o dia 9 de dezembro. A economia gerada com as adesões ao plano será calculada após o encerramento do período.

O plano foi aprovado pelo conselho de administração do banco. Segundo o BB, a economia esperada nos gastos administrativos com a medida é estimada em R$ 750 milhões por ano (excluindo do cálculo as depsesas com folha de pagamento de pessoal).

Deste total, R$ 450 mi serão decorrentes da nova estrutura organizacional e R$ 300 mi, da redução de gastos com transporte de valores, segurança, locação, condomínios e manutenção de imóveis, entre outras.

As medidas foram divulgadas ontem, em um fato relevante publicado na página da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) na internet. A implantação das novas diretrizes será feita ao longo do próximo ano.

Novo perfil

De acordo com o comunicado, o fechamento de agências pretende se adequar ao "novo perfil e comportamento dos clientes", em parte devido também à expansão dos serviços digitais do banco.

No último dia 10, o BB anunciou que seu lucro líquido ajustado (que exclui efeitos extraordinários de receitas e custos) caiu 18,9% no 3º trimestre, para R$ 2,337 bilhões, na comparação com o mesmo período do ano passado.




Destak Jornal

Translate