28 de janeiro de 2015

Governo declara estado de emergência no sistema penitenciário

O governador Paulo Câmara assinou, hoje, decreto a ser publicado no Diário Oficial desta sexta feira (30), em que declara estado de emergência no sistema penitenciário do Estado, e a intervenção do Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga. 

Tais medidas se dão em face à atual situação de tensão vivenciada no sistema prisional no âmbito do Estado de Pernambuco. 


O decreto cria uma Força Tarefa que envolve nove secretarias: Justiça e Direitos Humanos, Casa Civil, Fazenda, Planejamento e Gestão, Desenvolvimento Social, Controladoria Geral, Administração, Gabinete de Projetos Estratégicos e Procuradoria Geral do Estado.

À Força Tarefa caberá:

1. A alocação de recursos orçamentários para o custeio das ações emergenciais;

2. A contratação emergencial de elaboração de projetos e de execução e supervisão de reformas, adequações e ampliação das unidades prisionais existentes, visando, como prioridade máxima, a criação de novas vagas, bem como a aquisição de equipamentos necessários ao seu funcionamento.

3. Tratativas com o Governo Federal para a viabilização de financiamento de obras e serviços de reforma e ampliação de estabelecimentos prisionais;

4. Tratativas visando à formalização de convênios com o Poder Judiciário, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil, Ministério Público e Tribunal de Contas, objetivando estabelecer parcerias.

5. Contratação de serviço de apoio técnico-administrativo para consecução dos objetivos deste decreto.

A Força Tarefa deverá apresentar ao Governador do Estado, a cada 30 dias, relatório circunstanciado das atividades desenvolvidas no período. 

O estado de emergência tem prazo de 180 dias, período em que atuará a Força Tarefa.

Com relação à intervenção da obra de Itaquitinga, o governo nomeia um interventor e autoriza :

1. Ocupar provisoriamente o bem imóvel vinculado ao objeto do contrato;

2. Preservar a segurança da obra, guardar e proteger a edificação e as instalações existentes;

3. Minimizar os prejuízos decorrentes da paralisação das obras;

4. Realizar os levantamentos, avaliações e perícias para a apuração dos prejuízos e adequação dos projetos de engenharia para a contratação das obras necessárias à conclusão da construção do Centro Integrado de Ressocialização de Itaquitinga;

5. Determinar a abertura de processo administrativo para apuração das faltas contratuais da Concessionária e para eventual decretação da caducidade da concessão.



ASCOM

RECIFE: Após atrasos, entrega do Túnel da Abolição fica para 15 de março

Com um ano de atraso, o Túnel da Abolição, que foi prometido para a Copa do Mundo, deve ser entregue no dia 15 de março. A informação foi divulgada ontem pelo governador Paulo Câmara (PSB), após reunião com o secretário das Cidades, André de Paula. As obras, que foram paralisadas por questões técnicas, serão retomadas pelo consórcio Mendes Júnior/Servix no próximo sábado (31).

O que deveria ser a solução para desafogar o tráfego já saturado do cruzamento da rua Benfica com a rua Real da Torre, na Zona Oeste do Recife, se tornou uma grande dor de cabeça para moradores e motoristas.

As obras causaram impacto não só no trânsito do local. Comerciantes afirmam que o barulho dos equipamentos de construção e a condição na qual as vias ao redor do futuro túnel ficaram durante as obras diminuíram bastante o movimento na área.

Mesmo a liberação de uma das pistas que estava interditada havia dois anos, na lateral do túnel, no final da rua Real da Torre, não minimizou os transtornos. Ainda é possível se deparar com engarrafamentos diários na rua José Osório, que recebe todo o fluxo. Isto porque a falta de sinalização e problemas no asfalto da pista são um perigo para os motoristas.

A fase final das obras do Túnel da Abolição está dividida em duas partes. A primeira é referente ao término da implantação da estrutura de pavimentação asfáltica. A segunda está relacionada ao processo de impermeabilização do equipamento.

Atualmente, a capacidade viária total do cruzamento gira em torno de 4.620 carros por hora. Com a entrega do túnel, a capacidade viária da interseção passará para cerca de 8.250 veículos por hora.




Fonte: D. Jornal

OLINDA: Sítio Histórico não terá espaços privados no Carnaval

Será publicado amanhã o decreto que regulamenta a lei que determina a restrição de casas-camarote no Sítio Histórico de Olinda. A lei foi sancionada na última segunda-feira (26) pelo prefeito Renildo Calheiros (PCdoB), após grande apelo popular.

O descumprimento da norma pode resultar em multa de até R$ 100 mil, que poderá ser duplicada em caso de reincidência, a apreensão dos equipamentos de som e a interdição do local. Além disso, a legislação prevê a cobrança de uma caução aos grandes blocos que forem desfilar no espaço público. Segundo a norma, o valor será utilizado para custeio de eventuais danos ao patrimônio.

Apesar disso, as casas-camarote poderão funcionar nos locais não inseridos em áreas tombadas, como é o caso da Carvalheira na Ladeira, que levou o evento para a avenida Olinda. "Estamos otimistas, pois este espaço é 20% maior do que o anterior" disse o empresário Eduardo Carvalheira.

Cadastramento

Começou ontem o cadastramento dos vendedores ambulantes na Secretaria de Controle Urbano de Olinda, localizada no bairro do Bom Sucesso. Os interessados em comercializar produtos no Sítio Histórico devem comparecer à sede da Secretaria.



Fonte: D. Jornal

Bloco Pára-quedista Real fará prévia no Recife nesta quarta-feira (28)

Evento é aberto ao público e animará os seguidores da agremiação para o desfile oficial, que acontece no dia 11 de fevereiro, no Poço da Panela.


Celebrando 15 anos de atividades, o bloco Pára-quedista Real realizará nesta quarta (28), uma grande prévia para aquecer os preparativos de sua participação no Carnaval do Recife. A agremiação pretende reunir seguidores e integrantes a partir das 20h, no Bar Real, localizado no Bairro de Casa Forte, sendo também uma prévia aberta ao público interessado.

Entre as atrações, estarão se apresentando a Orquestra Oficial de Pau, Cordas e Coral da agremiação, sob regência do maestro Marco Lucena, além da Filarmônica 15 de Novembro. De acordo com Humberto Vieira, um dos organizadores da agremiação, neste ano será homenageado o escritor e advogado Clávio Valença, falecido em 2014. “Ele foi um dos fundadores do bloco e participava ativamente dos nossos encontros e desfiles. Esta será uma grande homenagem que toda a agremiação prestará por suas atribuições ao Pára-quedista Real”, destacou.

Na prévia, a agremiação apresentará alguns detalhes sobre o tema “Espiral Colorida”, que irá caracterizar o principal símbolo de sua atuação carnavalesca no seu desfile oficial, marcado para dia 11 de fevereiro, a partir das 18h, em frente à Igreja de Nossa Senhora da Saúde, no bairro Poço da Panela. O nome do bloco, que possui a grafia mantida sem aderência ao acordo ortográfico, teve origem na fusão de “Pára-quedista” alusivo à música que o compositor Roberto Bozan fez para o bloco Madeira do Rosarinho; e o “Real”, em homenagem à Estrada Real do Poço, ponto de partida dos desfiles.

Serviço:
1º ensaio do Pára-quedista Real
Atrações: Orquestra Oficial de Pau, Cordas e Coral do bloco e a Filarmônica 15 de Novembro.
Data: quarta-feira, 28 de janeiro
Horário: a partir das 20h
Local: Bar Real (Avenida Dezessete de Agosto, 1761, bairro de Casa Forte, no Recife)
Acesso gratuito


Fonte: P. Cultura PE

Ações da Petrobras chegam a cair 10% após divulgação de resultados

As ações da Petrobras chegaram a desabar mais de 10% nesta quarta-feira (28), após a estatal ter divulgado balanço não auditado do terceiro trimestre de 2014 sem incluir baixas contábeis relacionadas às denúncias de corrupção da Operação Lava Jato. Por volta das 13h05, os papéis preferenciais da petroleira (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, perdiam 10,72%, a R$ 9,08. Os papéis ordinários (PETR3), com direito a voto, tombavam 10,79%, a R$ 8,60. A estatal registrou lucro 38% menor no período, em comparação com o trimestre anterior, de R$ 4,9 bilhões para R$ 3,1 bilhões.


Fonte: uol

COTAÇÕES: Dólar, Euro, Libra e Peso

COMPRAVENDAVARIAÇÃO
Dólar com.2,58702,5882+0,69%
Dólar tur.2,50002,6800-0,74%
Euro2,93362,9347+0,87%
Libra3,92283,9248+0,73%
Peso0,29970,2998+0,54%

Fonte: Thomson Reuters

CARUARU: Últimos dias da exposição Linguagem do Agreste, de Joaz Silva, no Museu do Barro

Através de pinturas, Joaz Silva retrata cotidiano do povo caruaruense

O Museu do Barro de Caruaru (MUBAC) se despede neste próximo sábado (31) da exposição Linguagem do Agreste, do artista plástico caruaruense Joaz Silva. A mostra, que conta com o apoio da Fundarpe, apresenta 20 quadros inéditos do estilo impressionista. A entrada no MUBAC custa R$ 2 (inteira) e R$ 1 (meia).

Através dos quadros, os visitantes poderão contemplar como foi a famosa Feira de Caruaru, a Catedral da cidade, a lida do homem no Campo, assim como a musicalidade caruaruense e os costumes, entre outras referências ao Agreste de Pernambuco. “O trabalho de Joaz Silva tem um valor simbólico muito forte pro povo de Caruaru. Nos 20 quadros do artista o público poderá identificar diversos costumes da nossa região”, explica Amélia Campello, gestora do Museu do Barro.

SOBRE O ARTISTA – Joaz Silva, de 52 anos, começou a trabalhar com artes plásticas na década de 90. Respeitado em todo o Estado, Joaz é reconhecido pela grande sensibilidade e talento, além de usar a criatividade para realizar suas obras esculturais e de pintura, e dar aulas em sua galeria.

MUSEU DO BARRO - Um dos museus mais visitados de Pernambuco, o Museu do Barro de Caruaru está instalado num prédio moderno, localizado ao lado do Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, onde todos os anos concentram-se as comemorações do São João do município. O MUBAC destaca em suas coleções os principais polos de cerâmica popular da região, enfatizando sua preservação e promoção.

Serviço
Encerramento da exposição Linguagem do Agreste, de Joaz Silva
Sábado (31)
Visitação: terça a sábado, das 8h às 17h; Domingos, das 9h às 13h
Museu do Barro de Caruaru (Praça Cel. José de Vasconcelos, 100, Centro – Caruaru)
R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia)
(81) 3727 7839


Fonte: Portal Cultura PE

Depois da nossa maior crise hídrica, o que nos restará?

Mediante esta crise hídrica histórica que já chega às casas, há uma tremenda necessidade de investimento em tecnologia para melhor aproveitamento dos recursos naturais que estão cada vez mais escassos, e não só isso, deve-se dar condições ao acesso a essas tecnologias existentes e pensar no acesso às que estão por vir



Ediel Rangel

Por mais preocupante que sejam as mais pessimistas previsões sobre a falta de água no Brasil, da possibilidade de racionamento de água na região sudeste, principalmente em São Paulo e em Minas Gerais que tem a pior seca em mais de 100 anos, pergunto o que nos restará após esta crise?

A grande dependência energética misturada com o mito histórico do Brasil, o país com água em abundância, colocou em xeque toda a confiança nos sistemas de manutenção energéticos. O título de energia limpa mantém-se, mas a o atendimento a demanda foi posto a prova. Agora o que temos é um possível racionamento duplo, de água e de energia elétrica.

Racionamento não é fácil, principalmente quando somos dependentes de tecnologias que demandam o uso de eletricidade, como os nossos celulares, tablets, computadores e com o acesso a artigos que antes era de apenas uma parcela da população, como microondas e aparelho condicionador de ar. A nova classe média quer consumir.

Porém, o que deveremos aprender com essa situação? Podemos esperar a palavra sustentabilidade novamente como uma chave para a porta da solução. Mas será que com a demanda sempre crescente por recursos naturais é possível ser sustentável sem tecnologia?

O investimento em tecnologia é fundamental para sermos sustentáveis sem comprometer a nossa sobrevivência, mas o sucesso do investimento tecnológico é tornar essa tecnologia acessível a todos.

Ainda é muito caro para o cidadão comum poder ajudar o meio ambiente sem perder o seu conforto. Parece contraditório, mas observe, a questão financeira é que definirá isso. Quantos queriam ter um sistema de aquecimento solar de água em casa, que pode reduzir em até 90% o consumo de energia gasta para aquecer a água e ainda pode agregar valor do imóvel com esse sistema instalado, mas não o fazem por questões de custo? Quantas casas poderiam ter em seus telhados com placas fotovoltaicas “colhendo” energia solar e transformando-a em energia elétrica que será consumida em sua residência, mas não o fazem em função dos custos?

Na Alemanha, casas com sistema próprio de geração de energia elétrica vendem o excedente de eletricidade para a companhia de energia, e quando a sua produção não é suficiente, o sistema usa a energia da companhia, havendo assim uma de troca entre o fornecedor e o consumidor, sendo este beneficiado financeiramente.

Já com relação à questão da água, a tecnologia será a nossa grande salvadora. Sabe-se que aqui no Brasil até 72% da água tratada é usada na agricultura para a irrigação (ONU). A irrigação por aspersão é a mais comum, também é a que gera mais desperdício, sendo este de até 50% em função de condições climáticas, como temperatura e ventos.

Há uma necessidade de desenvolvimento tecnológico, popularização dessa tecnologia e acesso aos agricultores dessas técnicas, como por exemplo, a irrigação por gotejamento, que evitará o grande desperdício de água pois é direcionado, goteja onde é necessário. O pequeno agricultor é responsável por parte da alimentação presente em nossa mesa no dia a dia: a produção de alimentos que estão na cesta básica do brasileiro, como o arroz, o café, o feijão, leite/derivados e carnes vem em grande número da agricultura familiar, segundo o DIEESE, garantindo o consumo dos produtos vindo da agricultura familiar pelos brasileiros. Nota-se que dos alimentos que compõe diariamente as refeições dos brasileiros, grande parte vêm da agricultura familiar, como é o arroz (31%) e o feijão (67%), este sim, precisa e muito ter acesso a tecnologias que vão melhorar a sua produção, agredirá menos o meio ambiente e sem comprometer a sua renda.

É fácil para um grande agricultor se adaptar, tem mais fontes de captação de recursos, tem mais condições de fazer um financiamento, mas o pequeno agricultor não.

Do total dos recursos financeiros repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), no âmbito do PNAE, no mínimo 30% (trinta por cento) deverão ser utilizados pelas escolas na aquisição de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural ou de suas organizações, priorizando-se os assentamentos da reforma agrária, as comunidades tradicionais indígenas e comunidades quilombolas.

De um lado há uma demanda por produtos provenientes da agricultura familiar, de outro a agroindústria é necessária para o abastecimento alimentício e para a economia nacional. Apesar de serem as que mais consomem recursos hídricos, não podem e nem devem ter um racionamento de sua produção. Por outro lado, o uso desequilibrado da água compromete a nossa sobrevivência.

Mediante esta crise histórica que já chega às casas, há uma tremenda necessidade de investimento em tecnologia para melhor aproveitamento dos recursos naturais que estão cada vez mais escassos, e não só isso, deve-se dar condições ao acesso a essas tecnologias existentes e pensar no acesso às que estão por vir. É preciso reduzir os custos de produção das mesmas. Os impostos sobre tecnologias para produção de energia limpa e alternativa, como a eólica e a solar, devem ser zerados, assim como kits para aquecimento solar residencial e qualquer outra tecnologia eficiente para os pequenos agricultores, principalmente para a irrigação.

Todos têm que contribuir para vencermos essa crise. Todos mesmo! Inclusive o governo.




Fonte: Pragmatismo Político

Checar o e-mail com menos frequência ajuda a combater o estresse

Se você tem o costume de checar o e-mail de hora em hora, melhor pensar duas vezes. Afastar-se de sua caixa de entrada é uma boa ideia e não apenas por uma questão de produtividade, mas também pela sua saúde. Uma nova pesquisa descobriu que, quanto menos faz isso, menos estressado você fica.

Em um experimento realizado pelos pesquisadores Kostadin Kushlev e Elizabeth Dunn, os participantes foram instruídos a mudar a forma como eles lidavam com e-mail durante duas semanas. Na primeira, foi colocado um limite de vezes em que eles poderiam acessar a ferramenta: no máximo três ao dia. Na seguinte, eles poderiam verificar quantas vezes quisessem.

Os pesquisadores da Universidade de Columbia descobriram que na semana em que o uso do e-mail foi restrito, os participantes tiveram o estresse diário reduzido se comparado à semana em ue eles verificavam com mais frequência.

O curioso é que o ato de checagem parece automático. A maioria dos chefes, funcionários e empresas ainda não encontrou uma maneira de gerenciar esse costume. Se você define horários fixos, como, por exemplo, às 10h, 13h e 17h, as coisas podem ficar mais controladas.

Outro ponto que pode ajudar é manter uma lista de e-mails que você precisa enviar e faça tudo de uma vez, em vez de entrar inúmeras vezes. Comece a perceber quanto tempo você gasta com esta tarefa. O resultado pode ser surpreendente.



Fonte: msn/Forbes Brasil

26 de janeiro de 2015

Cuidados com as unhas, esfoliação com mel e outras ideias para ter pés mais bonitos no verão

Dermatologista sugere uma rotina simples de cuidados para manter a saúde e a beleza dos pés

© Foto: iStockphoto

Confira dicas para manter os pés bonitos e saudáveis


Além de suportar todo o peso do corpo, nossos pés também sofrem com o calor e com o frio e com a passagem do tempo. Por isso, é importante estabelecer uma rotina de cuidados - como hidratação da pele e higiene dos calçados - simples e sem complicações, mas que faz toda a diferença no longo prazo. Para garantir a saúde e a beleza dos pés o ano inteiro, reunimos abaixo essas e outras dicas com a ajuda da dermatologista Tatiana Jerez, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Invista na hidratação dos pés.

Segundo a dermatologista, a hidratação é fundamental para deixá-los macios e sem rachaduras. “Os pés e as mãos têm peles mais grossas, por isso necessitam de produtos específicos para eles. Não adianta usar o mesmo hidratante do corpo porque não vai fazer nem cócegas”, explica. O ideal, então, é escolher produtos que tenham em sua composição uma concentração maior de ureia e um pouco de ácido salicílico. Se você quiser dar a seus pés um tratamento digno de um spa, passe o creme à noite, após o banho, e envolva-os com filme plástico, calce umas meias de algodão e veja a diferença de manhã: “com essa oclusão durante a madrugada toda, a absorção será maior.”

Faça uma esfoliação suave.

Esfoliar os pés uma vez por semana, no máximo, garante uma pele mais fininha e macia. Há inúmeros produtos com propriedades esfoliantes no mercado, mas a doutora Tatiana costuma indicar uma receita caseira para os seus pacientes. O preparo é simples: duas colheres de mel para uma de açúcar. Esfregue essa combinação em movimentos circulares e suaves por toda a extensão dos pés, inclusive no dorso. Depois, retire com água. O procedimento é ideal para o verão, pois não deixa os pés tão sensíveis, especialmente no caso de quem vai caminhar na praia: a areia também age como uma lixa natural para os pés. Se for à pedicure, evite lixá-los em excesso.

Cuide dos seus calçados.

“É importante ter o hábito de manter a higiene dos calçados”, alerta a dermatologista. Todos os dias, depois de tirá-los, aplique um spray à base de lisofórmio em todo o seu interior e deixe-os arejando durante 24 horas. “Não repita o mesmo par dois dias seguidos, assim evita-se micose e até mesmo chulé”, adverte. Se for usar calçados fechados, espalhe dentro deles polvilho antisséptico. “Esse talquinho também evita que a umidade cause a proliferação de fungos e bactérias, especialmente no verão”, explica. “A micose, popularmente chamada de frieira, pode virar uma porta de entrada para doenças mais graves, como a erisipela [infecção que se dissemina pelos vasos linfáticos e provoca, entre outros sintomas, vermelhidão cutânea e febre].”

Mantenha a proteção natural das unhas.

Cortar as unhas e lixá-las é um dos passos mais importantes para mantê-las naturalmente bonitas e saudáveis. “Quanto mais comprida ela estiver, maior é a chance de descolamento. Você pode batê-la em algum lugar e isso pode fazer com que ela se descole da pele”, alerta a médica. “Depois que a unha descola, você cria um espaço para fungos e bactérias se instalarem.” É importante também tentar preservar a cutícula, pois ela forma uma barreira protetora. “Se for ao salão de beleza, peça para a profissional não tirá-la por completo e nem cutucar tanto a pele ao redor da unha.” Segundo a doutora Tatiana, as unhas também precisam ser hidratadas, da mesma forma que a pele. O ideal é remover o esmalte cerca de dois dias antes de pintá-las novamente. Nesse período, aproveite para massageá-las com cremes hidratantes (pode ser o mesmo usado nos pés) ou óleos, como o de amêndoa. “Isso evita o surgimento daquelas linhas esbranquiçadas, provocadas pelo ressecamento, e ajuda a torná-las mais fortes.”



Fonte: msn/viver+50

TAPIOCA: confira receitas variadas!

Vira e mexe um novo ingrediente se torna o queridinho das dietas. Desta vez, foi escolhido um velho ingrediente bem conhecido dos brasileiros para se tornar parte da rotina de quem quer uma vida mais saudável: a tapioca. A notícia pode parecer estranha de cara, mas a verdade é que apesar da tapioca ser um alimento rico em carboidratos, ela é livre de glúten. Além disso, duas colheres de sopa de tapioca (30g, o suficiente para fazer uma porção) possuem 70 calorias, a metade de um pão francês (que tem cerca de 135 calorias), então vale substituir o pãozinho por ela no café da manhã. O segredo, é claro, é economizar nas calorias do recheio. Para fazer tapiocas salgadas e doces em casa é fácil: basta comprar a goma hidratada, vendida pronta em supermercados. Depois é só espalhar duas colheres de sopa na frigideira já quente, formando uma espécie de panqueca, e esperar alguns minutos até a goma grudar (mas sem deixar que ela endureça). Vire para o outro lado, adicione o recheio da sua preferência, sobre ao meio e depois é só saborear. Aproveitando que a tapioca é a nova queridinha, o Guia da Semana preparou dicas de receitas lights e outras mais generosas de tapioca.

CONFIRA RECEITAS VARIADAS!



TAPIOCA COM CALDA DE MORANGO

Ingredientes
1kg de goma de tapioca hidratada (a quantidade depende de quantas pessoas irá servir) 
60ml de água 
80g de açúcar 
200g de morangos fatiados 

Modo de preparo 
Aqueça 60 ml de água e acrescente 80g de açúcar e 200g de morango fatiado. Cozinhe até chegar ao ponto de calda. Coloque a frigideira no fogo, deite uma camada fina da massa de tapioca. Espalhe a calda sobre metade da tapioca e adicione uma colher de sopa de raspas de chocolate.


TAPIOCA DE BANANA COM CHOCOLATE

Ingredientes 
1 xícara de goma de tapioca
1 banana cortada em rodelas 
2 colheres (sopa) de chocolate amargo derretido 

Modo de preparo 
Leve uma frigideira antiaderente ao fogo médio e espere esquentar bem. Enquanto isso, peneire a goma num prato. Despeje a goma peneirada na frigideira e espalhe para formar um disco. Trabalhe rápido por ela firma rapidamente. Quando você notar que a tapioca já formou um disco sólido, vire do outro lado. Doure o outro lado. Passe para um prato e coloque a banana e o chocolate por cima. Dobre e sirva a seguir.


TAPIOCA DE CARNE SECA COM QUEIJO

Ingredientes 
2 xícaras de goma de tapioca hidratada (a quantidade depende de quantas pessoas irá servir) 
1 colher (chá) de queijo parmesão 
4 xícaras de carne seca desfiada 
4 colheres (sopa) de requeijão cremoso 
100g de queijo mussarela ralado 

Modo de preparo 
Em uma frigideira antiaderente espalhe a goma e frite de um lado e outro. Reserve. Preparo do recheio: misture todos os ingredientes de forma bem homogênea e coloque no meio da tapioca. Depois é só servir. Dica: prepare o recheio separado para que ele fique quente, se a tapioca ficar por muito tempo na frigideira a massa fica dura.



PIZZA DE TAPIOCA

Ingredientes
1kg de goma de tapioca hidratada (a quantidade depende de quantas pessoas irá servir) 
500gr de queijo mussarela ralado 
1 peito de frango cozido, temperado e desfiado 
Orégano 
Margarina 
Sal a gosto 

Modo de preparo 
Coloque a frigideira no fogo, deite uma camada fina da massa de tapioca. Em seguida acrescente o recheio e o queijo, finalizando com o orégano. Com o auxílio da escumadeira, vire a pizza e deixe o queijo derreter e depois criar uma crocância que o fará desgrudar da frigideira. Se desejar, pode colocar um fio de azeite. Sirva quente. Opções de recheio: atum, sardinha, quatro queijos, presunto.


TAPIOCA DE RÚCULA E CREAM CHEESE LIGHT

Ingredientes
100g de farinha de tapioca
50 gramas de cream cheese light
2 folhas de rúcula
50 gramas de tomate seco
50 gramas de peito de peru cortado em tiras 

Modo de preparo
Bata o cream cheese com um batedor ou garfo para alisá-lo. Recheie a tapioca com as folhas de alface. Por cima, coloque o peito de peru, cream cheese light e tomate seco. Valor calórico: aproximadamente 200 kcal.



Fonte:msn

Paulina Vega, candidata da Colômbia, vence Miss Universo 2015

© Divulgação/Site Oficial Miss Universo


MODELO TEM 22 ANOS E ESTUDA ADMINISTRAÇÃO

Paulina Vega conquistou o título de Miss Universo 2015, apresentado em Miami, nos Estados Unidos, na madrugada desta segunda-feira (26).

A colombiana derrotou 87 concorrentes, dentre elas a competidora da Jamaica, Kaci Fennell, que levou a melhor na votação do público do programa.

A americana Nia Sanchez ficou em segundo lugar no concurso. Já a brasileira Melissa Gurgel ficou somente entre as 15 favoritas.



Fonte:msn

A execução do 2º brasileiro condenado à morte na Indonésia pode ser evitada?

Depois do fuzilamento de Marco Archer, Rodrigo Gularte pode ser o segundo brasileiro executado na Indonésia em menos de dois meses. Campanha na internet tenta evitar morte do brasileiro e Anistia Internacional se mobiliza junto com familiares do condenado

Rodrigo Gularte está no corredor da morte na Indonésia. Ele é o segundo brasileiro que pode ser executado por tráfico de drogas naquele país (reprodução)

Com a iminência da execução do segundo brasileiro condenado por tráfico de drogas na Indonésia, familiares e a Anistia Internacional se mobilizam para evitar o fuzilamento do paranaense Rodrigo Muxfeldt Gularte, que teve o último pedido de clemência negado na última terça-feira 20.

A Anistia dará início a uma campanha em defesa de Rodrigo e de outros presos que estão no corredor da morte no país asiático.

“No caso do Marco Archer nós tivemos muito pouco tempo, agora com o Rodrigo nós temos pelo menos algumas semanas de mobilização”, explica Mauricio Santoro, assessor de direitos humanos da Anistia Internacional no Brasil.

Uma prima de Rodrigo Gularte viajou para a Indonésia para dar ênfase aos problemas psiquiátricos que ele desenvolveu desde a condenação. A família possui um laudo médico que aponta um quadro de esquizofrenia. Caso o documento seja aceito, ele poderia ser transferido para um hospital psiquiátrico.

Rodrigo foi preso em 2004 no aeroporto de Jacarta com seis quilos de cocaína, escondidos em pranchas de surfe. “Desde as prisões, o governo brasileiro tem sido bastante correto, e realmente fez tudo que estava ao seu alcance, mas infelizmente não foi possível deter as execuções”, avalia Santoro.
Penas rigorosas

Segundo o analista, prevaleceram “as razões de política doméstica da Indonésia”. O novo presidente Joko Widodo, eleito em julho do ano passado, usou a pena de morte para traficantes como estratégia central da campanha.

“No fim de semana, essas seis execuções foram mais do que a soma de todas as pessoas executadas na Indonésia desde 2008. É um número impressionante”, afirma Santoro.

Na tarde do último sábado, o brasileiro Marco Archer, também condenado a pena capital por tráfico de drogas, foi morto com um tiro de fuzil na ilha de Nusakambangan, na Indonésia, junto com outros cinco detentos, apesar da mobilização da comunidade internacional e do pedido de clemência feito pela presidente Dilma Rousseff.

Nesta quarta-feira 21, o secretário-geral das Relações Exteriores, Sérgio Danese, se reúne com o embaixador brasileiro em Jacarta, Paulo Alberto da Silveira Soares. O diplomata foi convocado pelo Itamaraty, em um sinal de tensão diplomática entre os dois países.



Fonte: P. Político


25 de janeiro de 2015

COTAÇÕES: Dólar, Euro, Libra e Peso

COMPRAVENDAVARIAÇÃO
Dólar com.2,58802,5889+0,56%
Dólar tur.2,53002,6800+0,38%
Euro2,87922,8830-0,58%
Libra3,86413,8692-0,1%
Peso0,29940,2997+0,13%

Fonte: Thomson Reuters

Janeiro de Grandes Espetáculos Apresenta: Cláudia Beija no show A.M.A.R.T.E


No próximo domingo dia 01 de fevereiro Cláudia Beija, de 46 anos, se apresenta no Teatro Capiba, no Sesc de Casa Amarela com as participações de nomes como China, Sergio Andrade e Quarteto Encore na programação da 21.ª edição do Janeiro de Grandes Espetáculos.

Cláudia, iniciou sua carreira profissional nos anos 80 e desde então, com determinação, vem realizando trabalhos como intérprete solista. 
Tem trabalho sólido em estúdios como backing vocal, em peças de publicidade e em gravações de discos dos mais diversos artistas pernambucanos e brasileiros como Alceu Valença, Geraldo Maia, Wilson Simonal, Gonzaga Leal, Nena Queiroga, Henrique Macedo, China, Beto do Bandolim, Hermeto Paschoal, Getúlio Cavalcanti, Claudionor Germano, André Rio, Edilza, Kelly Benevides, Quarteto Novo, Elba Ramalho, entre outros. 

Na área de shows, participou do espetáculo “Profissão: Saudade”, ao lado do Ator/Diretor Carlos Reis, sobre a vida e obra de Antônio Maria e Dolores Duran, em 1997. Em 2006 participou do Festival de Inverno de Garanhuns. Fez a abertura do Projeto “MPB +” para o cantor e compositor Oswaldo Montenegro em novembro de 2003 e no “Projeto Seis e Meia” para o compositor Carlos Lyra em agosto de 2005. 
Participou como backing vocal no show “Pedro e Thina, no Tom”, baseado na vida e obra de Tom Jobim, em 2006. 

Foi vocalista convidada no show de lançamento do CD ”Bandeira Nordestina”, do poeta/cantador Jessier Quirino, em abril de 2006. 
Participou ainda do DVD de Elba Ramalho, 30 anos, no Marco Zero, em 2010.
Também participou como vocalista show “Pastoril do Vêio  Mangaba”, com o ator e cantor Walmir Chagas, em 2007/2008.

Nos projetos de carnaval promovidos pela Prefeitura do Recife, também se fez presente. 
Participou de festivais de música no Recife, gravando faixa do CD Recifrevoé 2000. Teve participação nos CD’s do “Bloco da Saudade”, em 1995, “Siri na Lata” e “O Canto de Alírio Moraes”, em 2002. 

Em dezembro de 2010, apresentou-se na Casa de Seu Jorge com a montagem do espetáculo “Noel dá Samba”, projeto dela própria, sobre a obra de Noel Rosa. 
Em 2007,foi contemplada com o segundo lugar na categoria “Frevo de Bloco” do Festival de Música Carnavalesca de Pernambuco, defendendo a canção “Alegria Centenária” de Getúlio Cavalcanti. 
Participou como corista no Concurso de Música Carnavalesca Pernambucana 2007, 2008, 2010 e 2011. 

Convidada para participar do “Janeiro de Grandes Espetáculos 2011”, obteve a segunda melhor bilheteria do festival com o espetáculo “Noel dá Samba”, sobre a obra de Noel Rosa, do qual é idealizadora.

Em casas noturnas,tem trabalhado com grandes músicos pernambucanos e com eles, teve o privilégio de abrir shows de artistas nacionais, entre eles: Cauby Peixoto, Cláudia Telles, Jorge Vercillo, Claudete Soares, Vanda Sá, Renata Arruda, Tito Madi, Xangai, Quinteto da Paraíba, Quinteto Brassil e Cláudio Nucci.

Participou como backing vocal nos DVDs de Paulinho Leite,Maciel Melo e Jessier Quirino.
Atualmente é backing vocal da banda de Elba Ramalho.
Participou de discos gravados em Pernambuco como: Valsas Pernambucanas 2004/2005, onde canta ao lado de Expedito Baracho; Tributo a Genival Macedo; Cumplicidade, Rui Ribeiro; Atavismo, Edson Rodrigues; Muzak, Música de Estudio; Capiba, elas e outras canções, produção de Paloma Granjeiro; com Gonzaga Leal, no disco "Quando a canção acabar", onde canta 3 faixas e finalmente no cd Pernambuco frevendo para o mundo 2.
Acaba de lançar seu primeiro disco solo, com produção de Caca Barreto.

Em 2014, Cláudia lançou o disco A.M.A.R.T.E onde ela prestigia compositores pernambucanos e nacionais! É uma viagem deliciosa de ritmos e sonoridades.

É esse trabalho que Claudia Beija vem mostrar no Janeiro de Grandes Espetáculos!!!


Fonte: Ascom