RECIFE: Preço de brinquedo varia até 181,22%

Uma pesquisa realizada pelo Procon-PE, divulgada ontem, sobre valores de brinquedos vendidos na região metropolitana do Recife (RMR), revelou variações de preços de até 181%. O objetivo do levantamento é ajudar os consumidores na compra de presente para o Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de outubro.

Dos 74 itens pesquisados, 13 apresentaram variação de preço de mais de 100%. O que teve a maior variação foi uma bola de futebol. Em um local ela custa R$ 32 em outro R$ 89,99, uma variação de 181,22%. Outro exemplo é o de uma boneca que em um local custa R$ 40,99 e em outro o valor é de R$ 89,99, uma variação de 119,54%. A lista completa está no www.facebook.com/proconpe.

A pesquisa foi realizada de 29 de setembro a 3 de outubro, em 11 estabelecimentos, entre supermercados e lojas especializadas da RMR. Foram comparados preços de 74 itens, divididos por bonecas e bonecos, carros; jogos eletrônicos e manuais; bolas; bicicletas e brinquedos variados, onde foram pesquisados skates, máscaras kits e velocípedes.

Orientações

O Procon-PE orienta que na hora da compra, além de verificar a procedência do produto, deve-se observar se ele possui o selo do Inmetro. Apenas em 2016, o órgão recolheu mais de 1.300 brinquedos, todos estavam sem o selo do Inmetro.

De acordo com o órgão, a compra deve ser feita em mercado formal para garantir a saúde e segurança da criança e é importante solicitar que o vendedor abra o produto e verifique se está íntegro, sem quebra ou falta de peças.




 
Destak Jornal

Translate