25 de setembro de 2016

Você proibiu o Facebook de usar dados do WhatsApp com anúncios?

Foto: Divulgação

O Facebook vai usar os dados da sua conta do WhatsApp para escolher e enviar anúncios. Segundo a nova política de privacidade do aplicativo de mensagens, que vem sendo divulgada desde 25 de agosto, os usuários teriam até 30 dias para tomar a decisão.

Para a maioria, o prazo se encerrou ontem sábado (24), mas há casos em que ele se estende até segunda-feira (26).

Qualquer decisão tomada, ao fim do prazo, não poderá mais ser repensada ou desfeita. Vale ressaltar que não há como evitar o compartilhamento das informações do WhatsApp com o Facebook, ao menos que decida sair do aplicativo de mensagens. A única opção de escolha dada ao usuário está relacionada à forma como a empresa de Mark Zuckerberg vai usar as informações coletadas. Já os novos usuários nem essa alterativa terão.

Ao justificar a mudança, o WhatsApp afirmou que o compartilhamento dos dados contribuirá para implementar melhorias nas experiências entre os serviços, em seus sistemas de segurança, bem como no combate a abusos e spams. Já o uso das informações com anúncios, segundo a empresa, faz parte de um plano "para testar maneiras para que pessoas possam se comunicar com estabelecimentos comerciais (...) sem a exibição de anúncios e spam".



No Android (Caso você ainda possa mudar)

Reprodução
Reprodução

1.

Entre no menu principal (três pontinhos do canto superior direito da tela), e, na sequência, clique em "Configurações"
Reprodução
Reprodução

2.

Em "Conta", a opção "Compart. dados da conta" aparecerá automaticamente ativada. Basta dar um toque na caixa de seleção para desmarcá-la. Obs.: se opção não estiver visível para você, é porque já fez a sua escolha anteriormente
Reprodução
Reprodução

3.

Para confirmar a operação, clique em "Não Compartilhar"
Reprodução
Reprodução

4.

Por fim, o WhatsApp exibirá uma mensagem informando que os dados da conta não serão usados para melhorar suas experiências com anúncios e produtos no Facebook. Isso não quer dizer que ele não terá acesso às suas informações.

Uol notícias