31 de maio de 2015

Homem morre após injetar óleo de cozinha para ter “peitoral perfeito” em concurso de beleza

Um homem morreu após injetar óleo de cozinha em seu peito, na esperança de ter um físico mais volumoso.

Juan Manuel Sanchez, conhecido nos concursos de beleza como “Bebo”, estava participando de uma disputa em Hunucma, no México, quando resolveu procurar algum recurso alternativo para chamar mais a atenção que os outros candidatos.

Sanchez começou a passar mal imediatamente após as injeções de óleo de cozinha. Seus amigos, em pânico, deram-lhe diazepam – um fármaco da família dos benzodiazepínicos, usado como ansiolítico – para tentar aliviar suas dores terríveis, mas acabaram deixando-o inconsciente.

Seus amigos, pensando que o sono provocado pelo medicamento pudesse fazer bem, o deixaram dormir por várias horas. No dia seguinte, eles finalmente chamaram a ambulância quando seu estado já estava crítico. Ele morreu em agonia 8 dias após dar entrada no hospital.

Os médicos analisaram seu corpo e, em nota, declararam que o óleo de cozinha foi severamente rejeitado pelo corpo após se espalhar pelos pulmões e atingir o cérebro.



Fonte: Jornal Ciência

COTAÇÕES: Dólar, Euro, Libra e Peso.

COMPRAVENDAVARIAÇÃO
Dólar com.3,18683,1873+0,74%
Dólar tur.3,10003,3000-0,3%
Euro3,49223,4957+0,01%
Libra4,86014,86470,0%
Pesos arg.0,35300,3534+0,34%

Fonte: Thomson Reuters

Cientistas podem ter encontrado uma maneira de evitar que o câncer de mama se espalhe para os ossos

Os cientistas descobriram um mecanismo que pode ajudá-los a evitar que o câncer de mama se espalhe para os ossos.

Foto: Reprodução / ScienceAlert

Isso representa um avanço que poderia melhorar as taxas de sobrevivência de milhares de pacientes. E ainda mais empolgante, eles também encontraram um medicamento existente que pode impedir que a metástase aconteça em camundongos.

A equipe descobriu que antes de um tumor se espalhar, ele libera uma enzima que começa a quebrar o tecido ósseo, acarretando na formação de buracos, preparando-os para a chegada das células cancerígenas. Eles agora esperam que, ao bloquear esta enzima, conhecida como lisil oxidase ou LOX, possam ser capazes de interromper a progressão da doença em alguns pacientes.

Na publicação, divulgada na revista Nature, os pesquisadores explicam que os resultados poderiam ajudar as quase 12.000 pessoas no Reino Unido, 40.000 nos EUA, e 3.000 na Austrália, que morrem de câncer de mama anualmente. A maior parte dessas mortes ocorrem após a doença se espalhar para outras partes do corpo, em um processo conhecido como metástase. Em cerca de 85% destes casos, a estrutura óssea é o primeiro local de ataque do câncer de mama.

"Estamos realmente animados com os nossos resultados, que mostram que os tumores de câncer de mama enviam sinais para destruir o osso antes das células cancerígenas chegarem lá, preparando o local para a chegada das células", disse um dos principais pesquisadores do estudo, Alison Gartland, da Universidade de Sheffield, no Reino Unido. "Este é um importante progresso na luta contra a metástase do câncer de mama e essas descobertas podem levar a novos tratamentos para interromper tumores de mama secundários que crescem no osso, aumentando as chances de sobrevivência em milhares de pacientes".

Os pesquisadores também mostraram que, em ratos, uma classe de drogas chamadas bisfosfonatos, que são usados ​​para tratar a perda de massa óssea em pacientes com osteoporose, foi capaz de evitar que os buracos se formassem nos ossos, interrompendo a propagação do câncer de mama.

A descoberta se aplica apenas à cerca de um terço dos pacientes que têm estrogênio receptor negativo (ER negativo) de câncer de mama, tornando particularmente difícil o tratamento para os médicos.

"O próximo passo é descobrir exatamente como o tumor secretado com a LOX interage com as células ósseas, sendo capaz de desenvolver novos medicamentos para evitar a formação de lesões ósseas e metástase do câncer", disse Gartland. A pesquisa também poderia levar a novos tratamentos para debilitantes de condições ósseas.



Fonte: J. Ciência


Casagrande deixa UTI e segue tratamento de infarto no quarto

O ex-jogador e comentarista Walter Casagrande Jr. segue bem sua recuperação após infarto sofrido na última sexta-feira. 

Segundo boletim médico publicado pelo Hospital TotalCor, em que o ex-atacante está internado, o ídolo do Corinthians deixou a UTI neste domingo e foi transferido para um quarto.

"O Hospital TotalCor informa que o Sr. Walter Casagrande Jr. foi transferido da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o quarto, no início da manhã deste domingo. O paciente segue internado com quadro de saúde estável e evoluindo positivamente ao tratamento", informou o hospital.




Fonte: Terra

Chuva provoca transtornos no Grande Recife



Rua 21 de Abril também ficou alagada Foto: Sandra Lima/ComuniQ

O sábado (30) já começou com transtornos para os moradores da Região Metropolitana do Recife. Por conta das fortes chuvas registradas na noite de sexta-feira (29) e na madrugada deste sábado, vários pontos no Grande Recife ficaram alagados, dificultando a vida de motoristas e pessoas que precisaram sair de casa.

A Avenida Agamenon Magalhães foi uma das vias que sofreu com a chuva. A avenida ficou alagada na altura do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Também há registros de alagamentos no bairro das Graças; na Rua Benfica, no bairro da Madalena; na Rua Gomes Taborda, no Prado; na Ilha do Retiro; e em Afogados. Na Imbiribeira, as ruas também ficaram cheias de água.

Na Avenida Presidente Kennedy, em Olinda, um caminhão colidiu com um sémaforo e prejudicou o fluxo de veículos na área.

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) registrou, até às 9h30, oito colisões envolvendo veículos nas vias da capital pernambucana. De acordo com a companhia, os acidentes foram causados pelos alagamantos. Não há registro de feridos.

TÚNEL DA ABOLIÇÃO - Diferentemente da quinta-feira (28), quando o Túnel da Abolição, no bairro da Madalena, na Zona Oeste, ficou alagado, as chuvas deste sábado não afetaram o equipamento. A Secretaria das Cidades do Estado garantiu que o problema só ocorreu porque vândalos quebraram a chave-geral do quadro elétrico, que comanda o sistema de drenagem, quarta-feira (27) à noite.

O túnel foi liberado com um ano e quatro meses de atraso. A sua ordem de construção foi assinada em 2013, com previsão de entrega para janeiro de 2014. A obra teve o investimento de R$ 16 milhões.

DESABAMENTO - Uma residência desabou na noite da última sexta-feira (29) no bairro de Rio Doce, Olinda, também devido às chuvas. O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar uma vítima, que só teve ferimentos leves.



Fonte: JC

PM chuta e soca garota na USP por causa de uma mochila

Policial descontrolado agride mulheres em ato da USP

Reprodução/Vídeo Agência Brasil e Carta Capital 

Uma manifestação de estudantes e funcionários da Universidade de São Paulo (USP) terminou em confronto com a Polícia Militar. O ato fez parte do Dia Nacional de Paralisação, protestos organizados pelas centrais sindicais contra o ajuste fiscal e projeto de lei que trata da regulamentação dos trabalhadores terceirizados no país. Uma pessoa foi presa e houve feridos.

Depois de uma concentração, no cruzamento da rua Alvarenga com a Afrânio Peixoto, na zona sudoeste, os manifestantes tentaram bloquear o acesso à Rodovia Raposo Tavares, no sentido interior-capital. Houve intervenção da Polícia Militar, que, segundo o Sintusp, usou bombas de efeito moral, balas de borracha e gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes.
Garota covardemente agredida

Um vídeo divulgado [assista abaixo] nesta sexta-feira (29) mostra um policial militar dando um soco no rosto de uma jovem que participava de ato.

A agressão aconteceu porque a garota, que estava desarmada, se recusou a soltar a mochila de um jovem que havia sido detido, impedindo que fosse tomada pelo policial.

Antes disso, ele havia jogado gás de pimenta em seu rosto. Por fim, deu-lhe um chute que a jogou ao chão.
Mais agressões

O fotojornalista Danilo Verpa, da Folha de S.Paulo, recebeu golpes de cassetete enquanto cobria a manifestação, e foi impedido de registrar o Boletim de Ocorrência. Ele havia acabado de registrar a prisão de um manifestante por dois agentes. Quando se identificou como repórter, um policial teria gritado: “Sai, imprensa filha da puta”.

O estudante de Ciências Sociais, Carlos Alberto dos Santos, de 27 anos, ferido na cabeça, foi detido e até por volta das 13h ainda prestava depoimento no 34º Distrito Policial (DP). O diretor do Sintusp, Magno de Carvalho, informou que pelo menos dez pessoas ficaram feridas. Esse número não foi confirmado pelo 34º DP, que registrou apenas um ferido.

Por meio de nota, o Sintusp argumentou que a “manifestação ocorria pacificamente, quando a força policial reprimiu o ato”. O comunicado revela que, entre os feridos, estavam duas mulheres e que uma delas recebeu socos no rosto, foi jogada no chão e pisoteada.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP-SP), informou que o secretário Alexandre de Moraes determinou o afastamento de um dos policiais flagrado atirando da viatura. “O procedimento em questão foi totalmente irregular”, diz o comunicado, acrescentando que a conduta dos policiais será objeto de apuração.

Por meio da nota, a secretaria alegou que a PM está atuando nas várias manifestações para reduzir o impacto dos atos na rotina das pessoas e que, em especial, neste episódio foram usados “os meios necessários que o cruzamento não fosse fechado pelos manifestantes”.




Fonte: Pragmatismo Político

29 de maio de 2015

Economia brasileira recua 0,2% no 1º trimestre de 2015, diz IBGE

Em valores correntes, PIB chegou a R$ 1,408 trilhão.
Na comparação com o mesmo período de 2014, a baixa foi de 1,6%.


A economia brasileira registrou queda de 0,2% no primeiro trimestre de 2015 em relação ao três últimos meses de 2014, puxada pelo desempenho negativo do setor de serviços e da indústria, bem como do recuo do consumo das famílias e dos investimentos. Neste início de ano, o que evitou um tombo ainda maior do PIB foi a agropecuária.

Em valores correntes (em reais), a soma das riquezas produzidas no período chegou a R$ 1,408 trilhão.

Frente aos três primeiros meses do ano passado, a queda foi ainda maior, de 1,6%, com destaque para a diminuição do consumo das famílias, a primeira desde o terceiro trimestre de 2003.

Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (29).

O resultado negativo foi puxado pela queda de 0,7% no setor de serviços, que representa mais de 60% do PIB brasileiro Seguindo o mesmo comportamento, a indústria também recuou em relação ao três últimos meses de 2014, mas em um ritmo menor, de 0,3%. Na agropecuária, a alta foi de 4,7%, segundo o IBGE. 

“Na parte negativa [pela ótica da produção], está a produção e distribuição de eletricidade, gás e água, já que estamos tendo redução no consumo de água e, além disso, estamos, desde o segundo trimestre do ano passado, usando muito mais as térmicas do que vínhamos usando antes, e isso afeta negativamente também”, disse Rebeca de La Rocque Palis, coordenadora de Contas Nacionais do IBGE.

O consumo das famílias, também usado no cálculo do PIB, caiu 1,5% - a maior retração desde o último trimestre de 2008, quando a baixa foi de 2,1%. Os investimentos e os gastos do governo mostraram queda de 1,3% (ambos).

No setor externo, os resultados foram positivos. Enquanto as importações 1,2%, as exportações tiveram expansão de 5,7%.

Retrato de 2014

Na comparação com o mesmo período do ano passado, a baixa foi maior, de 1,6%. A maioria dos setores teve resultados mais negativos do que os vistos na comparação com o quarto trimestre de 2014.

Enquanto os serviços recuaram 1,2%, puxados pela forte queda no comércio, a indústria encolheu 3%, influenciada pela diminuição da produção de veículos no país. Apenas a agropecuária registrou resultado positivo, de 4%, com avanço de culturas como de soja e arroz. 

"A queda de 7% na indústria de transformação foi a que puxou mais a indústria para baixo. E olhando por dentro da indústria de transformação, toda a indústria automotiva teve queda nesse trimestre, desde a parte dos automóveis, a gente teve suspensão dos incentivos ficais, a própria renda comprometia das famílias. A própria parte da indústria pesada, caminhão, que é considerado investimento, afeta diretamente a taxa negativa dos investimentos... também teve queda, influenciada por aumento de juros, credito nesse setor", afirmou Rebeca.

Por outra ótica de análise do desempenho da economia, chamada de demanda interna, o destaque ficou com o consumo das famílias, que, ao recuar 0,9%, registrou a primeira queda desde o terceiro trimestre de 2003 nessa base de comparação.

O desempenho é explicado pela "evolução negativa dos indicadores de inflação, crédito, emprego e renda ao longo dos três primeiros meses do ano".

“A gente teve aumento de juros. A Selic alcançou 12,2% ao ano no primeiro trimestre de 2015, contra 10,4% ao ano no primeiro trimestre de 2014. E o IPCA, quando a gente faz a comparação do primeiro trimestre de 2015 contra o mesmo período do ano anterior, também teve aceleração da inflação. E isso tudo prejudicou o consumo das famílias”, disse a coordenadora.

Os investimentos também recuaram nessa base de comparação, chegando perto de uma queda de 8%, "principalmente pela queda das importações e da produção interna de bens de capital e, ainda, pelo desempenho negativo da construção civil". Na mesma esteira negativa, a despesa de consumo do governo caiu 1,5%.

Expectativas negativas

A expectativa do mercado era de que o PIB viria negativo. A previsão do IBC-Br, que pretende ser uma “prévia” do PIB, era de que a economia teria recuado 0,81% nesses três primeiros meses, com chance de o país entrar em recessão.

O próprio ministro da Fazenda, Joaquim Levy, havia afirmado no início do ano que o país poderia enfrentar um trimestre de contração na economia, em razão do período de ajuste fiscal adotado por sua equipe econômica.

Para todo o ano de 2015, a previsão mais recente dos economistas do mercado financeiro é de uma queda de 1,24% no PIB. Se confirmado, será o pior resultado em 25 anos, ou seja, desde 1990 – quando foi registrada uma queda de 4,35%.




Fonte: G1 Economia 



28 de maio de 2015

UFPE e UFRPE suspendem aulas no campus Recife nesta sexta-feira

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) decidiram suspender as aulas dos três turnos nos campi Recife nesta sexta-feira (29) devido à paralisação do serviço de transporte público. O Restaurante Universitário também estará fechado.

Os metroviários e rodoviários fazem paralisações em protesto contra o projeto de lei da terceirização e as medidas provisórias que alteram a aposentadoria e mexem no seguro-desemprego e pensões previdenciárias.



Fonte: DP

Metroviários e rodoviários cruzam braços nesta sexta, no Recife

Metroviários e Rodoviários fazem paralisações em protesto contra o projeto de lei da terceirização e as medidas provisórias que alteram a aposentadoria e mexem no seguro-desemprego e pensões previdenciárias. A mobilização é nacional. Foi convocada por centrais sindicais.


Os metroviários param por 24 horas. Já os rodoviários cruzam os braços na manhã desta sexta-feira (29) no Centro da Cidade. A ideia é travar a Avenida Guararapes com os coletivos para que nenhum consiga circular.

A partir das 14h, as duas categorias se concentram na Avenida Cruz Cabugá na esquina com a Avenida Norte. De lá, seguem em caminhada que passará pela Avenida Conde da Boa Vista e Rua Princesa Isabel.

O sindicato dos Rodoviários espera entre 30% e 50% de adesão dos profissionais. Já o Sindicato dos Metroviários acha que 80% dos trabalhadores devem aderir à ação.

De acordo com o presidente da entidade, Diogo Morais, as áreas de manutenção dos trens param às 22h de hoje. O Metrorec transporta uma média de 420 mil usuários por dia. Dois milhões é o número de passageiros de ônibus diários da RMR.



Fonte: DP

Artista lança coleção de pulseiras masculinas com reciclados

Alexandre Almeidaarte  Movimento Catamisto

Algumas das criações de Alexandre Almeida/Foto: Divulgação

O artista plástico Alexandre Almeida, que cria peças com materiais reciclados como aço e metal, lançou quarta (27) a sua coleção de 30 pulseiras no Empório Central. todas as peças são masculinas e levam, inclusive, peças de relógios.

Você pode conhecer o face do artista : Alexandre Almeidaarte



Fonte: Social1

COTAÇÕES: Dólar, euro, Libra e Peso.

COMPRAVENDAVARIAÇÃO
Dólar com.3,17193,1731+0,89%
Dólar tur.3,12003,24000,0%
Euro3,44983,4517+0,69%
Libra4,84224,8460+0,37%
Pesos arg.0,35300,3533+0,94%

Fonte: Thomson Reuters

27 de maio de 2015

FIFA: Prisão de José Maria Marin mais 06 dirigentes na Suíça

O vice-presidente da CBF, José Maria Marin, e outros seis dirigentes da Fifa foram presos na manhã desta quarta-feira em um hotel em Zurique, na Suíça, sob acusações de corrupção.

O início da operação ocorreu sem alarde: os policiais pegaram a chave dos quartos dos suspeitos na recepção do hotel Baur au Lac e os prenderam

A polícia suíça efetuou as prisões a pedido da Justiça americana, onde corre um processo sobre corrupção na organização.

Marin foi visto deixando o hotel entre os detidos, acompanhado de policiais que carregavam sua mala e seus pertences em uma sacola plástica.

O vice-presidente da Fifa, Jeffrey Webb, que é presidente da Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe), também está entre os detidos. Eles podem ser extraditados para os Estados Unidos.

Em nota, o Departamento de Justiça americano informou ter indiciado 14 pessoas por fraude, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha: nove dirigentes da Fifa e cinco executivos de empresas ligadas ao futebol.

Quem são os 7 presos na Suíça

José Maria Marin: O vice-presidente da CBF era presidente da organização até o mês passado; tem fama de ter subido na carreira por ser "o homem certo no lugar certo".

Eduardo Li: Presidente da Federação da Costa Rica de Futebol; ia integrar o comitê executivo da Fifa na sexta-feira

Eugenio Figueiredo:Presidente da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol); o uruguaio também é membro do Comitê Executivo da Fifa

Jeffrey Webb: Vice-presidente da Fifa e presidente da Confederação de Futebol da América do Norte e Caribe (Concacaf)

Julio Rocha: Presidente da Federação Nicaraguense de Futebol e membro do comitê de desenvolvimento da Fifa

Costas Takkas: Ex-secretário-geral da Associação de Futebol das Ilhas Cayman e ligado à Concacaf

Rafael Esquivel: Presidente da Federação Venezuelana de Futebol

O grupo é acusado de armar um esquema de corrupção com propinas de pelo menos US$ 150 milhões de dólares (mais de R$ 470 milhões), que existe há pelo menos vinte e quatro anos.

Entre as acusações que os suspeitos enfrentam estão lavagem de dinheiro, crime organizado e fraude eletrônica.

"O indiciamento sugere que a corrupção é desenfreada, sistêmica e tem raízes profundas tanto no exterior como aqui nos Estados Unidos”, disse a secretária de Justiça Loretta Lynch.

"Essa corrupção começou há pelo menos duas gerações de executivos do futebol que, supostamente, abusaram de suas posições de confiança para obter milhões de dólares em subornos e propina."
Mais brasileiros

Além de Marin, outros dois brasileiros estão envolvidos nas investigações sobre corrupção na Fifa.

O mais conhecido deles é José Hawilla, dono da Traffic Group, maior agência de marketing esportivo da América Latina.

O Departamento de Justiça norte-americano revelou que Hawilla assumiu a culpa em dezembro do ano passado por acusações de extorsão, fraude eletrônica, lavagem de dinheiro e obstrução da Justiça.

O outro acusado é José Margulies, conhecido como José Lázaro, proprietários de empresas de transmissão de eventos esportivos.
Copas de 2018 e 2022

Em outro desdobramento do caso, autoridades suíças abriram uma investigação sobre como foram escolhidas as sedes para as próximas duas Copas do Mundo.

Segundo a promotoria, o caso é "contra pessoas suspeitas de gestão criminosa de verbas e lavagem de dinheiro, ligadas à distribuição de verbas para as Copas de 2018 e 2022".

Autoridades também fizeram buscas na sede da Fifa em Zurique, onde documentos e arquivos digitais foram confiscados.

Em entrevista coletiva na manhã da quarta-feira, a Fifa disse que não há alteração nos planos de realizar as Copas de 2018 na Rússia e de 2022 no Catar.

Em nota, a organização disse que está "colaborando plenamente" com as investigações na qualidade de "parte lesada", e que "saúda ações que possam ajudar a contribuir para eliminar práticas criminosas no futebol".
Prisões

Os dirigentes da Fifa estavam reunidos em Zurique para o encontro anual da organização, marcado para sexta-feira, no qual o presidente Sepp Blatter buscaria um quinto mandato. Blatter não estaria entre os presos.

Estre os suspeitos estão (da esq. para a direita) Jeffrey Webb, Eduardo Li, Eugenio Figueredo, José Maria Marin


Segundo o jornal The New York Times, policiais à paisana pegaram a chave dos quartos dos suspeitos na recepção do hotel Baur au Lac e, sem alarde, deram início às prisões.

Eduardo Li, da Costa Rica, e o uruguaio Eugenio Figueredo, presidente da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) também foram levados pelas autoridades.

Outros nomes confirmados posteriormente foram Jeffrey Webb, Julio Rocha, Costas Takkas, Rafael Esquivel.




Fonte: BBC Brasil


26 de maio de 2015

Vídeo games aumentam o risco de Alzheimer? Jogos eletrônicos podem reduzir massa cinzenta e levar à doença mental, diz estudo

Vídeo games podem aumentar o risco do desenvolvimento do mal de Alzheimer em uma fase posterior da vida, de acordo com uma nova - e controversa - pesquisa.


Os cientistas afirmam que os jogadores ‘navegam’ na tela de jogos eletrônicos usando uma área chave do cérebro, chamada de núcleo caudado, conhecido por levar à perda de massa cinzenta no hipocampo.

Estudos anteriores demonstraram que a redução do volume nesta região, que controla a memória, aprendizagem e emoção, está associada a distúrbios neurológicos e psicológicos, incluindo a demência e depressão.

A pesquisa foi realizada por cientistas da Universidade de Montreal, no Canadá. Eles disseram que, se os jogadores perdem massa cinzenta devido ao uso prolongado do núcleo caudado, então eles podem ser mais propensos à doenças mentais.

No estudo, os pesquisadores testaram 26 jogadores assíduos e 33 que não tinham esse costume, usando tampões no crânio que registraram suas ondas cerebrais e movimentos oculares. Estes movimentos foram monitorados em um jogo de labirinto virtual decorado com árvores e montanhas, no qual eles tinham que recuperar objetos. Constatou-se que os jogadores eram duas vezes mais propensos a usar seu núcleo caudado (81%) durante a navegação. O outro grupo contou mais com o sistema de memória espacial do cérebro, o hipocampo (42%).


O núcleo caudado é o "sistema de recompensa" do cérebro e também tem sido associado com drogas e alcoolismo.

Dr. Gregory West, da Universidade de Montreal, disse: “Por mais de uma década, a investigação tem demonstrado que jogadores ativos de jogos de ação possuem maiores habilidades de atenção visual. Nosso estudo confirma novamente esta noção. Nós, no entanto, também descobrimos que essa ação depende do núcleo caudado em um grau muito maior em relação aos não assíduos. Pesquisas anteriores mostraram que pessoas que dependem de estratégias dependentes do núcleo caudado têm menor massa cinzenta e atividade cerebral funcional no hipocampo. Isso significa que as pessoas que jogam muitos games de ação poderiam ter reduzido a integridade do hipocampo, que está associado com o aumento do risco para doenças neurológicas como o mal de Alzheimer”.

Os efeitos de jogos intensos sobre o cérebro estão em crescimento constante. Pesquisas anteriores tem promovido jogos eletrônicos como benéficos para a atenção, o que seria importante para futuras pesquisas, para confirmar que o jogo não prejudica o hipocampo.

No entanto, Tim Parry, da Alzheimer’s Research UK, disse ser difícil tirar conclusões a partir da pesquisa. "Os fatores de risco para a doença de Alzheimer e outras causas de demência são variados e complexos", disse ele.

"Este estudo incidiu sobre uma tarefa de navegação específica em adultos jovens e não observa a memória a longo prazo e as habilidades de pensamento. Por isso não podemos tirar quaisquer conclusões sobre os vídeo games e o risco de demência. Nós sabemos que uma dieta saudável e muitos exercícios são importantes para reduzir esses riscos", completou.

A pesquisa foi publicado na Proceedings of the Royal Society B.



Fonte: J. Ciência

Dólar tem 4ª alta, sobe 1,68% e vai a R$ 3,15, maior valor em quase 2 meses

O dólar comercial fechou em alta de 1,68% nesta terça-feira (26), no quarto avanço consecutivo da moeda, cotado a R$ 3,15 na venda. É o maior valor de fechamento em quase dois meses, desde 1º de abril, quando valia R$ 3,173. 

Na véspera, a moeda norte-americana havia fechado quase estável, com leve alta de 0,09%, a R$ 3,098 na venda.

A alta do dólar foi influenciada pelo cenário externo, com a preocupação de investidores sobre a capacidade de a Grécia pagar a próxima parcela de sua dívida com o FMI (Fundo Monetário Internacional), que vence no início de junho.

Nos Estados Unidos, foram divulgados indicadores positivos sobre a economia. Isso gerou no mercado a expectativa de que o Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA), comece a subir as taxas de juros ainda neste ano.

Juros mais altos são vistos como negativos para o Brasil porque podem atrair para os EUA recursos atualmente investidos aqui. Com menos dólares, a moeda tende a ficar mais cara.

Mercado aguarda votação do ajuste fiscal

No cenário interno, investidores aguardam a votação, pelo Senado, das medidas provisórias que integram o plano de ajuste fiscal para reequilibrar as contas públicas. Elas devem ser votadas ao longo desta semana.

O governo tem enfrentado dificuldades para garantir a aprovação das medidas. Nesta terça, o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), disse que o governo tem "votos suficientes" para aprová-las.

Atuação do BC no câmbio

O BC brasileiro vendeu nesta sessão a oferta total de até 8.100 contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda futura de dólares) no leilão de rolagem.

O BC já rolou o equivalente a US$ 6,697 bilhões, ou cerca de 70% do lote total, que corresponde a US$ 9,656 bilhões.

Os leilões de rolagem servem para adiar os vencimentos de contratos que foram vendidos no passado.




Fonte: Uol

COTAÇÕES: Dólar, Euro, Libra e Peso.

COMPRAVENDAVARIAÇÃO
Dólar com.3,14803,1500+1,68%
Dólar tur.3,06003,26000,0%
Euro3,42333,4277+0,77%
Libra4,84684,8529+1,22%
Pesos arg.0,35070,3514+2,09%

Fonte: Thomson Reuters