12 de setembro de 2014

Petrobras tomba 5% no dia, e Bolsa tem perdas de mais de 6% na semana

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em queda de 2,42% nesta sexta-feira (12), aos 56.927,81 pontos. É a menor pontuação final diária desde 14 de agosto (55.780,41 pontos).  
Na véspera, a Bolsa tinha subido 0,24%, mas registrou queda nas seis sessões anteriores. 
Com isso, a Bolsa acumula prejuízo de 6,19% na semana. Foi a pior semana da bolsa brasileira desde maio de 2012, quando a crise financeira da Grécia assolava os mercados. 
Em setembro, as perdas chegam a 7,11%. No ano, porém, a Bovespa ainda tem ganhos de 10,52%. 
A queda do dia foi puxada, em boa parte, pelo desempenho negativo das ações da Petrobras. As ações preferenciais da Petrobras (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, caíram 5,04%, a R$ 20,14. As ordinárias (PETR3), que dão direito a voto, fecharam em queda de 4,92%, a R$ 19,14.
No mercado de câmbio, o dólar comercial fechou em alta pelo quinto dia seguido, com avanço de 1,65%, a R$ 2,335 na venda. É o maior valor de fechamento desde 19 de março, quando o dólar valia R$ 2,349. Com isso, a moeda norte-americana acumulou alta de 4,26% na semana. 

Fonte: uol