26 de agosto de 2014

Intersindical Portuária fecha apoio a Paulo Câmara


O time liderado por Paulo Câmara (PSB) em sua caminhada rumo ao Palácio do Campo das Princesas vai ampliando, a cada dia, a sua força e representatividade. Durante café da manhã, no Recife, nesta segunda-feira (25), com dirigentes da Intersindical Portuária de Pernambuco, o candidato da Frente Popular recebeu o apoio das entidades associativas de trabalhadores ligados às atividades desenvolvidas no setor. No encontro, Paulo destacou a importância dessas categorias e reforçou o seu compromisso em promover um desenvolvimento que garanta a modernização do Estado, mas que possua a inclusão das pessoas como um princípio fundamental.

“Os portos de Suape e do Recife têm um papel muito importante no momento econômico do nosso Estado. Pernambuco cresce mais que o Nordeste e que o Brasil, e vamos ter a oportunidade, a partir de 2015, de modernizar as nossas instituições e de todos os setores envolvidos, sempre de forma inclusiva. Queremos um Estado cada vez menos desigual. Ouvimos e vamos continuar conversando com os trabalhadores”, ressaltou Paulo Câmara.

O alinhamento da Intersindical Portuária à Frente Popular é histórico. As atuações dos ex-governadores Miguel Arraes e Eduardo Campos em defesa das entidades associativas desses trabalhadores estabeleceram uma relação de confiança com o segmento, que enxerga em Paulo Câmara a sequência desse tratamento. “Estamos com eles há muito tempo. Arraes e Eduardo se importavam verdadeiramente com os trabalhadores. Temos a certeza de que Paulo fará o mesmo, honrando a história deles”, indicou o presidente do Sindicato dos Estivadores de Pernambuco, Josias Santiago. 

Os dirigentes aproveitaram o café da manhã para apresentar uma série de sugestões que serão analisadas e trabalhadas por Paulo. Os trabalhadores ainda ficaram de entregar, em um novo encontro, um documento com a compilação de suas demandas, entre elas a manutenção do Porto do Recife como uma alternativa complementar ao Complexo Portuário de Suape. “É um compromisso que assumimos. Manteremos o porto forte e desempenhando um papel importante na nossa economia”, destacou o socialista.

POSIÇÃO – Presidente do Sindicato dos Arrumadores de Pernambuco, Cláudio Roberto Ferreira, revelou que a Intersindical Portuária foi procurada pelos adversários de Paulo Câmara. No entanto, os dirigentes fizeram questão de deixar claro que já tinham uma posição tomada. “Sabemos que o outro lado está comprometido apenas com o patronato. Essa é a história deles. Atuaram assim no Congresso Nacional. Miguel Arraes, Eduardo Campos e, agora, Paulo Câmara, têm outra forma de pensar. A nossa aposta é em Paulo. Ele tem experiência em conversar com as categorias. Foi assim como secretário de Administração do Estado”, destacou.




Assessoria de Imprensa do PSB
OBS: O crédito do fotógrafo consta no nome da foto.